SALMOS DA VIDA

Como num túnel do tempo, resume-se a vida,
mas, no próprio tempo, arquiva-se tantas histórias belas e queridas.
Eu também faço parte de um tempo,
que a tempo de dizer,
posso nesse tempo ainda viver,
e em outro tempo,
já esquecido, morrer;

A morte não se esquiva, nem se engana,
pois a vida é como uma chalana, navegando num rio,
que sobe ou desce, e quando ao destino chega, é ali que a vida tristemente,
aos poucos, fenece.

Somos assim, parte de um universo único e verdadeiro, e que, num ato derradeiro,
nos faz alegres ou tristes, que persiste com a gente brincar, impondo-nos o amor,
e fazendo a nossa vida alegremente amar.

Se buscas as quietudes afins,
encontrarás os jardins de belas flores,
e em pétalas amalgamadas,
as idolatradas histórias de belos amores;
Mas, se nas buscas incontidas,
encontrares algumas lágrimas sentidas,
saibas que são minhas,
são lágrimas derramadas
e do coração, tristemente vertidas.

Anúncios
Publicado em Salmos. Leave a Comment »

Salmos Capítulo : 23

1 O Senhor é o meu pastor; nada me faltará.

2 Deitar-me faz em pastos verdejantes; guia-me mansamente a águas tranqüilas.

3 Refrigera a minha alma; guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome.

4 Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos; unges com óleo a minha cabeça, o meu cálice transborda.

6 Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Publicado em Salmos. Leave a Comment »

Salmo 150

1 Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder!
2 Louvai-o pelos seus atos poderosos; louvai-o conforme a excelência da sua grandeza!
3 Louvai-o ao som de trombeta; louvai-o com saltério e com harpa!
4 Louvai-o com adufe e com danças; louvai-o com instrumentos de cordas e com flauta!
5 Louvai-o com címbalos sonoros; louvai-o com címbalos altissonantes!
6 Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor.

Publicado em Salmos. Leave a Comment »

Salmo 149

1 Cantai ao Senhor um cântico novo, e o seu louvor na assembléia dos santos!

2 Alegre-se Israel naquele que o fez; regozijem-se os filhos de Sião no seu Rei.

3 Louvem-lhe o nome com danças, cantem-lhe louvores com adufe e harpa.

4 Porque o Senhor se agrada do seu povo; ele adorna os mansos com a salvação.

5 Exultem de glória os santos, cantem de alegria nos seus leitos.

6 Estejam na sua garganta os altos louvores de Deus, e na sua mão espada de dois gumes,

7 para exercerem vingança sobre as nações, e castigos sobre os povos;

8 para prenderem os seus reis com cadeias, e os seus nobres com grilhões de ferro;

9 para executarem neles o juízo escrito; esta honra será para todos os santos.

Publicado em Salmos. Leave a Comment »

Salmo 148

1 Louvai ao Senhor! Louvai ao Senhor desde o céu, louvai-o nas alturas!

2 Louvai-o, todos os seus anjos; louvai-o, todas as suas hostes!

3 Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes!

4 Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estão sobre os céus!

5 Louvem eles o nome do Senhor; pois ele deu ordem, e logo foram criados.

6 Também ele os estabeleceu para todo sempre; e lhes fixou um limite que nenhum deles ultrapassará.

7 Louvai ao Senhor desde a terra, vós, monstros marinhos e todos os abismos;

8 fogo e saraiva, neve e vapor; vento tempestuoso que escuta a sua palavra;

9 montes e todos os outeiros; árvores frutíferas e todos os cedros;

10 feras e todo o gado; répteis e aves voadoras;

11 reis da terra e todos os povos; príncipes e todos os juízes da terra;

12 mancebos e donzelas; velhos e crianças!

13 Louvem eles o nome do Senhor, pois só o seu nome é excelso; a sua glória é acima da terra e do céu.

14 Ele também exalta o poder do seu povo, o louvor de todos os seus santos, dos filhos de Israel, um povo que lhe é chegado. Louvai ao Senhor!

Publicado em Salmos. Leave a Comment »

Salmo 147

Louvai ao Senhor; porque é bom cantar louvores ao nosso Deus; pois isso é agradável, e decoroso é o louvor.

2 O Senhor edifica Jerusalém, congrega os dispersos de Israel;

3 sara os quebrantados de coração, e cura-lhes as feridas;

4 conta o número das estrelas, chamando-as a todas pelos seus nomes.

5 Grande é o nosso Senhor, e de grande poder; não há limite ao seu entendimento.

6 O Senhor eleva os humildes, e humilha os perversos até a terra.

7 Cantai ao Senhor em ação de graças; com a harpa cantai louvores ao nosso Deus.

8 Ele é que cobre o céu de nuvens, que prepara a chuva para a terra, e que faz produzir erva sobre os montes;

9 que dá aos animais o seu alimento, e aos filhos dos corvos quando clamam.

10 Não se deleita na força do cavalo, nem se compraz nas pernas do homem.

11 O Senhor se compraz nos que o temem, nos que esperam na sua benignidade.

12 Louva, ó Jerusalém, ao Senhor; louva, ó Sião, ao teu Deus.

13 Porque ele fortalece as trancas das tuas portas; abençoa aos teus filhos dentro de ti.

14 Ele é quem estabelece a paz nas tuas fronteiras; quem do mais fino trigo te farta;

15 quem envia o seu mandamento pela terra; a sua palavra corre mui velozmente.

16 Ele dá a neve como lã, esparge a geada como cinza,

17 e lança o seu gelo em pedaços; quem pode resistir ao seu frio?

18 Manda a sua palavra, e os derrete; faz soprar o vento, e correm as águas;

19 ele revela a sua palavra a Jacó, os seus estatutos e as suas ordenanças a Israel.

20 Não fez assim a nenhuma das outras nações; e, quanto às suas ordenanças, elas não as conhecem. Louvai ao Senhor!

Publicado em Salmos. Leave a Comment »

SALMOS DE LUZ

Um sol, um céu, uma estrela… Quanto segredo existe nesse olhar, quanta recordação vive um coração que está sempre a amar.

Tesouros do coração alimentam luzes de amor, em serena bênção de paz.

Bem-aventurado aquele que vive no amor, por que do amor nasceu e com o manto santo do amor se cobriu, e por causa do amor jamais feneceu;

Bem-aventurado o que se eleva em pensamento em busca do amor, por que encontrará a paz flutuando em aurora de branca cor;

Aquele que busca encontrará,

o que pede será atendido na medida do seu amor, mas aquele que subjuga na descrença, conhecerá a tribulação de uma grande dor.

Por que a luz que anima a vida, é a mesma que ilumina o amor, mas a paz que desce sobre o justo, é a verdade eternizada em luz de raro esplendor.

Bem-aventurado o que crê no livro oculto da poesia, por que absorverá no coração, a felicidade conduzida nas invisíveis asas da alegria.

Publicado em Salmos. 1 Comment »