Senhor

Senhor,
peço-te perdão, se não encontrastes em mim um lugar para Te acolher.
Escolhestes um povo entre tantos, mas esses recusaram-Te.
Experimentastes o estar longe de casa, o exílio, a clandestinidade forçada,
o anonimato e a precariedade.
Como nesses tempos, também hoje, provavelmente, eu te rejeitei.
Acolher-Te, Senhor, exige empenho:
É revisitar os meus critérios, dar nome aos meus ídolos,
abandonar as minhas seguranças… e seguir-Te…
Para onde… não sei. Perdoa-me, se eu não Te procuro para adorar,
como fizeram os Magos; Perdoa-me, se nem sempre Te reconheço e Te escolho;
Perdoa-me, se nem sempre faço espaço dentro
de mim para que possas entrar e ficar comigo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: