FESTAS DA SOLIDÃO

Entre o final da primavera
e o início do verão
festejamos a solidào!
.
Natal. Ano Novo.
De novo.
Não se foge à regra,
é festa da mídia.
Festa mercantil.
Festas da solidão!
.
Todos correm.
Cansam.
Desesperam-se.
Uns choram.
Outros camuflam.
Alguns falam. Admitem.
Outros – a maioria – se escondem,
em falsos sorrisos!
.
ah! a hipocrisia!
Todos em busca daquilo que não tem!
E sabem, com cruel certeza,
de que não terão!
.
Amanhã, finda a festa,
o que restou?
Sonhos?
Insonias?
Mal querer?
.
Ora!
Mesmo sem sonhos,
mesmo com ausências,
mesmo que não veja,
ainda assim
fico aqui!
.
Não fujo,
todo ano tenho este encontro,
natal…ano novo…
de novo, mesmo não querendo,
estou só!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: